Arquivos de novembro, 2016


Dicas para mulheres se destacarem em uma entrevista de emprego

Existem fatores que são decisivos quando se trata de uma entrevista de emprego.

A entrevista para aquele lugar bacana está agendada, mas e agora, o que fazer para que tudo dê certo e você consiga o tão sonhado emprego?

Entrevisto mulheres para diversos cargos e percebo que várias delas, acabam tão focadas em tentar preencher a vaga que esquecem detalhes importantes que podem fazê-las perder a oportunidade que tanto esperam. São atitudes sutis para quem está se candidatando a vaga, mas tenha certeza, não passam despercebidas pelo empregador.

Digo isso porque passo horas do lado de cá da mesa e fico muito atenta a esses “pormenores”. Esta experiência me levou a escrever este artigo, com uma visão clara e sincera de atitudes que podem alavancar ou literalmente detonar sua entrevista.

Não tenho a pretensão de te dar os dez passos para o sucesso, muito menos afirmar que se você fizer isto é garantia de emprego na certa, mas são coisas que observo e aposto que se fizer não vão te prejudicar em nada, ao contrário, podem te destacar das demais candidatas. Confira:

1. Faça a lição de casa – Estude sobre a empresa, procure sites ou informações na internet que possam dar uma ideia de como é a cultura da organização.

2. Não se atrase – Saiba quais são as formas de se chegar até o local da entrevista e chegue com antecedência de no mínimo 10 minutos. Atrasos neste caso, são imperdoáveis e contam muitos pontos contra você podendo ser este um critério para sua desclassificação no processo.

3. Muita calma nessa hora – Demonstrar ansiedade não ajuda em nada, concentre-se em você, evite ficar se balançando na cadeira ou esfregando as mãos. Estes gestos podem distrair a pessoa que está te entrevistando e assim sua apresentação fica comprometida.

4. Leve uma cópia do seu currículo – Isto pode salvar seu entrevistador de ter que pedir para imprimir de ultima hora, ou ainda de fazer a entrevista sem saber exatamente quais são suas qualificações.

5. Como você pode ajudar – Descubra como suas qualificações podem contribuir com a empresa ao invés de ficar pensando o que seu empregador poder fazer por você. Esta simples mudança na forma de ver as coisas, fazem uma grande diferença.

6. Cuide como fala – Mulheres quando estão nervosas, tendem a subir um tom acima a sua entonação de voz, ficando assim mais aguda e estridente, soando de forma desconfortável aos ouvidos de outra pessoa. Mantenha-se firme e tranquila, evitando falar rápido demais. Ficar atenta a sua respiração, pode ajudar.

7. Vista- se adequadamente – Antes da entrevista procure descobrir como as pessoas da empresa normalmente se vestem, caso não seja possível, uma calça preta, camisa branca e um salto médio sempre passam a sobriedade necessária para a ocasião. Cabelos presos e maquiagem leve também são uma boa pedida.

8. O perfume certo – Cuidado com o perfume, evite essências muito doces e em quantidades exageradas. Isto também vale para cremes corporais e “splashs”.

9. Esmalte – Cores neutras e que não chamem atenção sempre são bem vindas. Nada de fluorescentes ou esmaltes descascados. É melhor uma unha sem esmalte e bem tratada do que uma unha mal feita que passe a impressão de desleixo.

10. Acessórios que fazem a diferença – Maxi colares, maxi brincos e maxi pulseiras estão em alta e confesso que adoro! Mas cuidado, em ambiente de trabalho pode não pegar bem. Certa vez entrevistei uma moça com um maxi colar tão grande que em vários momentos fiquei pensando como ela conseguia segurar aquilo no pescoço. Ao final da entrevista agradeci e descartei o currículo, pois não conseguia me lembrar da conversa. Neste caso, uma gargantilha e um brinco pequeno são mais indicados. Entenda às vezes você não tem uma segunda chance de causar uma boa primeira impressão e em se tratando de entrevista de emprego, menos é mais! Quanto mais neutra você for, ficará a vontade para mostrar suas habilidades que é o que realmente conta, sem ter assim que concorrer consigo mesma.

Fonte: administradores.com.br

10 Passos para Melhorar sua Qualidade de VidaVocê já parou para pensar como está a sua qualidade de vida? O que você tem feito para melhorar sua saúde, seu bem-estar?

Dados do Ministério da Saúde apontam que doenças associadas ao estilo de vida matam mais que o trânsito e a violência. Essas doenças normalmente estão relacionadas com o aparelho circulatório: infartos, derrames, diabetes e hipertensão, entre outras. A maior parte dos cânceres também é relacionada com estilo de vida.

Então se você é sedentário, fuma, consome álcool em excesso e tem uma alimentação inadequada, você pertence ao grupo com maior quadro de morte prematura no país. Que tal pensar um pouco mais em você e no seu estilo de vida? A melhoria de sua qualidade de vida só depende de você.

Como Melhorar sua Qualidade de Vida?

Veja abaixo algumas atitudes que podem ajudar a manter seu bem-estar físico e mental:

1 Mantenha a mente ativa: Pesquisas mostram que a doença de Alzheimer tem maior incidência entre as pessoas com baixo nível de instrução. Estudo publicado no New England Journal of Medicine relaciona a leitura, os jogos de cartas e de tabuleiro e as palavras cruzadas com a redução do risco de demência em pessoas com mais de 75 anos.

2 Respire mais profundamente. O sangue precisa de oxigênio. A respiração profunda amplia a clareza da mente e dá mais saúde física. Faça isso calmamente durante alguns minutos do dia, preferencialmente em algum lugar com muito ar puro.

3 Faça exercícios físicos diariamente. Caminhe, ande de bicicleta, faça um pouco de yoga, jogue vôlei, futebol, basquete, tênis. Exercícios físicos moderados são essenciais para manter a saúde e uma atitude equilibrada diante da vida, evitando as causas do estresse e tensão.

4 Saboreie um bom chocolate. Em pequenas quantidades, ele pode ser benéfico à saúde. Segundo estudo do King’s College, de Londres, a quantidade de flavonóides encontrada em 50 gramas de chocolate é equivalente à de seis maçãs, duas taças de vinho ou sete cebolas. Os flavonoides têm sido apontados como importantes armas no combate aos radicais livres.

5 Pratique meditação. Considerada por alguns como instrumento para uma ecologia da mente e dos sentimentos, a meditação não é uma prática tão complicada quanto se pensa. Basta sentar-se em silêncio e observar a passagem dos pensamentos pela mente como se fossem nuvens do céu. Isto é, não se prenda a eles — apenas observe-os e deixe-os passar.

6 Tenha mais contato com a natureza. Deixe de lado a tensão do trabalho urbano e visite os lugares da natureza. Esvazie-se da pressa e aprenda a ouvir a música e harmonia presentes no silêncio da natureza.

7 Durma bem. Estudos sugerem que a falta de sono crônica pode ter um impacto negativo nas funções metabólicas e endócrinas. Quando se dorme menos de cinco horas, há um desequilíbrio no metabolismo.

8 Seja mais otimista. Após dez anos estudando como a personalidade de uma pessoa pode influir no aumento ou na diminuição da expectativa de vida, pesquisadores holandeses concluíram que ter uma atitude positiva melhora o bem-estar e diminui o risco de doenças.

9 Se alimente bem. Dê uma atenção especial ao momento das refeições. Prefira uma alimentação natural, evitando exagerar nas carnes vermelhas, que são de difícil digestão. Inclua doses de fibras, frutas e verduras no seu dia-a-dia. Evite comer muita fritura e doces. Cuidado com as quantidades, comer menos e mais vezes é a melhor solução.

10 Aceite sua vida. Em primeiro lugar é importante deixar claro que aceitar não significa se acomodar e se conformar com situações que podem ser mudadas. Lute para melhorar o que estiver ao seu alcance, mas procure, ao mesmo tempo, ver o que existe de positivo em sua casa, sua família, sua cidade e em tudo mais que estiver à sua volta.

Fonte: www.belezaesaude.com

Pele da mulher exige diferentes cuidados
Impossível parar a ação do tempo. Envelhecer faz parte da vida e, por meio de alguns cuidados, é possível manter a pele jovem, firme e bonita. Quem teme rugas, olheiras e flacidez deve iniciar um ritual preventivo o quanto antes, evitando que tais probleminhas apareçam na pele precocemente. Segundo o dermatologista Fernando Passos de Freitas, por meio de tratamentos indicados por especialistas é possível retardar o envelhecimento e melhorar a autoestima.

— As fibras de colágeno e elastina são responsáveis por 80% da sustentação da pele e previnem flacidez e formação de rugas. Com o avanço da idade, a tendência é que essas fibras diminuam, porém ainda é possível preservá-las com alguns cuidados para a pele — explica.

Cremes, toxina botulínica, preenchimento, laser e peelings são grandes aliados de uma pele bonita. A medicina e a indústria cosmética oferecem diversas soluções eficazes para combater as imperfeições da face. Porém, todas essas opções só funcionam efetivamente com cuidados diários que incluem o uso contínuo de protetor solar, hidratação e limpeza de pele.

— Quem se preocupa em cuidar da pele desde cedo consegue mantê-la em bom estado sem precisar apelar para tratamentos mais invasivos como os cirúrgicos — destaca o médico.

Para cada tipo de problema e faixa etária é indicado um cuidado específico. Por isso não adianta ter 30 anos e usar um creme de 60 anos.

— Dependendo do cosmético, ele pode conter ativos anti-idade que tragam mais problemas que benefícios à pele. Por isso é ideal usar um creme de acordo com a faixa etária condizente — alerta o dermatologista.

Quem deseja chegar aos 50 anos com a pele bonita e com poucas rugas precisa apostar em alguns cuidados frequentes. Entenda o que é indicado em cada faixa etária, segundo o dermatologista Fernando Passos de Freitas:

• 20 a 25 anos: pele jovem

Nessa fase é preciso manter três cuidados diários: usar protetor solar, fazer limpeza de pele e hidratação suave. A limpeza de pele deve ser feita com produtos sem álcool.

— Nesse período a maioria das mulheres apresenta pele oleosa, sendo indicado o uso de cosméticos oil free com vitamina C. Os sabonetes líquidos e espumas de limpeza também são recomendados — afirma.

Já as peles desgastadas devem apostar em tônicos e peeling de cristal.

• 30 a 35 anos: as mudanças começam a aparecer

Nessa faixa etária os cuidados devem aumentar, pois as taxas hormonais começam a cair e as fibras de colágeno e elastina se modificam. É possível perceber algumas rugas superficiais e o início da perda do contorno facial.

— A região ao redor dos olhos dão os primeiros sinais de desgaste, e surgem as manchas provenientes do sol. Para amenizar esses problemas, o ideal é adotar cremes que contenham caviar, matrixvl, ácido retinoico e ácido glicólico, boas fontes para estimular o colágeno e inibir a ação das rugas — aconselha Freitas.

• 40 a 45 anos: é hora de combater a flacidez

É o período em que ocorre acúmulo de gordura corporal, flacidez e queda do estrógeno, devido à proximidade da menopausa. As manchas se acentuam e o rosto perde um pouco do contorno. À partir dessa fase, os cremes anti-idade são obrigatórios.

— Alguns procedimentos estéticos como luz intensa pulsada, laser fracionado, preenchimentos, toxina botulínica e/ou o peeling de cristal podem ser indicados para suavizar tais problemas — diz o dermatologista.

• 50 a 55 anos: contorno do rosto comprometido

A flacidez e os vincos na região dos lábios pioram. Os vasinhos sanguíneos resolvem aparecer, deixando para trás qualquer sinal de juventude. Nessa fase é preciso aliar uma boa alimentação com cremes potentes. É preciso investir na hidratação com vitamina C, extrato de café verde, ácido glicólico e retinóico para promover a renovação celular.

— A partir dos 50 anos a mulher pode beneficiar-se dos peelings médios e profundos, das diferentes aplicações de laser com luz pulsada e radiofrequência, além dos preenchimentos com ácido hialurônico — analisa Freitas.

• 60 a 65 anos: rugas, flacidez e papada

Manchas, rugas profundas, flacidez intensa, pele fina e papada são alguns dos problemas que a mulher enfrenta nessa faixa etária. É imprescindível o uso de cosméticos compostos de ácido hialurônico em sua fórmula para melhorar a produção de glicosaminoglicanas, uma substância natural que deixa a pele com mais tônus e elasticidade. Cosméticos com argireline e tensine também são recomendados, pois além de tratar, promovem um efeito lifting imediato que atenua os sinais da idade.

• 70 anos: em busca da juventude

É importante manter os cuidados da fase interior, porém com mais intensidade. Além de recorrer aos tratamentos estéticos e cremes, capriche na hidratação. Mantenha uma boa alimentação e aposte em exercícios físicos que trabalhem o corpo e a mente, como ioga. Caso não tenha adotado nenhum dos cuidados anteriores, é natural apresentar uma flacidez cutânea avançada, sendo necessário recorrer às cirurgias plásticas.

Quer uma pele jovem e bonita? Siga essas dicas:

• Regularmente, limpe a pele com um sabonete suave.

• Use esfoliante para remover células mortas e impurezas.

• Trate a acne com produtos específicos.

• Afaste-se do estresse: que tal dedicar um tempinho para fazer uma máscara facial? Pode ser uma boa chance de relaxar e manter a pele mais luminosa.

• Lembre-se de usar protetor solar, pois é essencial para quem deseja ter sempre uma pele com aspecto jovial.

• Enriqueça sua alimentação com alimentos fartos em antioxidantes e ácidos graxos essenciais, como amoras, morangos, nozes, castanhas, alcachofras, amêndoas, óleo de semente de linhaça, cereais, grãos, atum e peru.

Fonte: zerohora.clicrbs.com.br

Desenvolvido por Catâniastudio.com