Arquivo de Tag: demaquilante


Existe um grande número de mulheres que sofre com pele oleosa, mas isso pode acontecer em diversos níveis. Desde o brilho excessivo e poros dilatados apenas na zona T (nariz e testa), com o aparecimento ou não de espinhas e cravos, até casos mais graves de acne. “Aproximadamente 80% das peles no Brasil são mistas e oleosas, como característica natural e estimuladas pelo clima tropical, quase durante todo o ano”, revela a dermatologista Claudia Marçal.

Na hora de fazer a maquiagem isso também é ruim. Por isso reunimos dicas de maquiagem para quem tem pele oleosa. Confira:

1. Prepare o rosto antes

Antes de começar, a dica de maquiagem limpe bem o rosto com um sabonete adequado (de preferência com ácido salicílico e peróxido de benzoíla) e passe um tônico adstringente com um algodão. A ideia é remover toda a oleosidade e impurezas da pele antes. Você também pode passar um hidratante para peles oleosas ou mistas e, em seguida, aplicar um primer com efeito matte e que fecha os poros.

2. De olho no rótulo

Não adianta, se você tem pele oleosa não pode usar fórmulas cremosas. Somente as que são oil-free (livre de óleos) e, ainda assim, observe se realmente irá controlar a oleosidade. As texturas em gel e levinhas são ideais para não deixar a pele brilhante, mas dica de maquiagem é sempre buscar nos rótulos produtos específicos para a sua pele.

Mulher lendo rótulos de produtos de beleza - Foto: Getty Images

3. Pó para matificar

Tanto os pós compactos quanto os soltos finalizam bem a maquiagem da pele, tirando o brilho e ajudando na fixação. Os pós podem ainda ser translúcidos ou com cor de base. “É possível usar o pó colorido apenas, sem a base, mas o aspecto pode ficar muito seco, se sua pele não é tão oleosa”, ensina a maquiadora Neusa Andrade.

Mulher passando pó no rosto - Foto: Getty Images

4. Aplicação

Os pincéis são ótimos para quem tem bastante oleosidade na pele porque evita o contato dos dedos, o que pode estimular a produção de acne e brilho excessivo. Além disso, eles podem ajudar a aplicar uma quantidade menor de produto na pele.
Mas a dica é higienizar as cerdas com frequência, porque muitas bactérias que provocam espinhas podem acumular nos pincéis e agravar o problema!

Mulher se maquiando com pincel - Foto: Getty Images

5. Blush e iluminador

Depois da pele pronta com todo esse cuidado, a dica é aplicar blushes, bronzeadores e iluminadores em pó. As versões cremosas podem comprometer o equilíbrio e o visual da pele, agravando a oleosidade.
As sombras e batons podem ter texturas mais cremosas, já que as regiões dos olhos e lábios não costumam apresentar oleosidade.

Mulher passando blush em pó - Foto: Getty Images

6. Menos é mais

Por mais leve que seja a maquiagem, se você puder usá-la em pequena quantidade ou não usá-la com tanta frequência, será melhor para não obstruir os poros. A dica de maquiagem é evitar camadas e camadas de produtos.

Produtos para pele na maquiagem - Foto: Getty Images

7. Retire toda a maquiagem

Antes de dormir, não deixe de tirar todo esse arsenal de maquiagem. Só o sabonete não será eficaz e ainda poderá machucar a pele se você esfregar muito com uma toalha. Assim, o demaquilante é essencial, procure um produto para peles oleosas.
“Na área dos olhos, assim como região dos lábios, pode se complementar com um demaquilante bifásico para retirar a maquiagem mais resistente”, ensina a dermatologista Claudia Marçal, isso porque esse tipo de demaquilante é muito mais eficiente, mas com a fórmula super oleosa e só ele vai tirar o rímel (especialmente à prova d’água).
Depois, enxágue o rosto, passe um sabonete apropriado e, se desejar, use um tônico e hidratante novamente. Se sua pele é sensível, após o sabonete (para tirar o excesso de demaquilante), a dica de maquiagem é usar uma água termal, que acalma o rosto.

Mulher retirando a maquiagem - Foto: Getty Images

Uma importante tarefa surge após assoprar 25 velinhas: cuidar da pele para retardar o aparecimento de rugas. “Nessa idade, a pele sofre uma diminuição da oleosidade natural, que predispõe o ressecamento”, explica o dermatologista Cláudio Mutti, membro da Sociedade Internacional de Medicina Estética.

Também surgem manchinhas acastanhadas do sol e, ao sorrir, aparecem as inconvenientes linhas ao redor dos olhos. Essas marcas são discretas, é verdade, mas já mostram que a sua pele não aceita mais desaforo: basta um descuido para ela despontar um novo sinal. Mas nada de pânico – há alguns hábitos simples que podem ajudar a prevenir essas marquinhas indesejáveis e manter a pele ainda radiante nessa fase.

1. Limpe bem

A limpeza é, em qualquer idade, fundamental para manter a pele saudável e livre de bactérias. Ela deve ser feita com um sabonete indicado pelo dermatologista. O uso de tônico facial também é muito importante, já que regula o pH da pele e facilita a penetração de outros cremes. A dermatologista Daniela Landim, especialista em estética, dá a dica: coloque uma compressa gelada com chá de camomila na área dos olhos e deixe por 20 minutos. Esse truque faz com que os vasos sanguíneos se contraiam e melhora a pigmentação da pele.

imgHandler (1)

2. Corte os maus hábitos

Comer muita gordura, abusar do álcool e fumar são três dos grandes vilões da pele bonita. A dermatologista Daniela Landim enfatiza que é muito importante usar um bom protetor solar, manter uma alimentação saudável, abolir o uso de tabaco e não consumir bebidas alcoólicas em excesso. Essas substâncias tóxicas se acumulam e trazem consequências ao corpo todo, inclusive à pele.

imgHandler (1)

3. Deixe a pele respirar com um bom demaquilante

Para quem tem preguiça de tirar a maquiagem antes de dormir, vale a advertência: isso é um erro que prejudica, e muito, a beleza da pele. A dermatologista Daniela Landim conta que o ideal é passar um bom demaquilante, que limpa de forma profunda e desobstrui os poros, deixando a pele respirar.

imgHandler (1)

4. Nunca se esqueça do protetor solar

O uso de protetor solar é fundamental tanto para a saúde quanto a beleza da pele. Além ajudar na prevenção de câncer, ele contribui para evitar sardas, que tendem a aumentar com o passar dos anos. A dermatologista Daniela Landim orienta passar todo dia – faça chuva ou sol – e a escolher o produto mais adequado ao seu tipo de pele – se for mais oleosa, vale investir numa versão oil-free, por exemplo.

imgHandler (1)

5. Lance mão de um hidratante eficaz

Como a oleosidade natural da pele começa a diminuir, a dermatologista Daniela Landim conta que pode aparecer ressecamento, coceira e manchinhas arroxeadas – chamadas de púrpura. Para reverter esse processo, que pode contribuir para o envelhecimento da pele, o ideal é investir pesado na hidratação. “Tome banhos curtos com água em temperatura ambiente e faça uma generosa hidratação depois, com um hidratante específico para o rosto e o seu tipo de pele”, recomenda a profissional.

imgHandler (1)

6. Comece a usar um anti-idade

Um bom produto antienvelhecimento merece ser usado desde cedo. Os retinoides tópicos – que contêm vitamina A – são uma boa opção. Por aumentar a velocidade da renovação celular e a produção de colágeno, eles previnem e tratam os sinais do envelhecimento. “Ácidos noturnos, como o glicólico, por exemplo, são poderosos antioxidantes e podem ser usados com função de prevenir, proteger e corrigir o envelhecimento celular”, recomenda o dermatologista Cláudio Mutti.

imgHandler (1)

7. Evite a flacidez

Cláudio Mutti recomenda o uso de cremes à base de vitamina C para manter a pele firme. Esse tipo de produto ajuda na produção de colágeno, combatendo a flacidez. Tratamentos estéticos mais pesados, como a radiofrequência, também podem ser usados, mas são indicados apenas quando a perda dos contornos do rosto torna-se mais visível.

imgHandler (1)

8. Esfolie

A esfoliação é importante para a renovação das células da pele. Essa limpeza profunda permite que os produtos específicos para brecar o envelhecimento penetrem na pele de maneira mais eficaz e façam um efeito mais visível. “O procedimento ainda pode retirar manchas superficiais”, recomenda o dermatologista Cláudio Mutti. Mas não deixe de hidratar bem a pele depois de esfoliar, principalmente se sua pele for seca.

imgHandler (1)

9. Trate e previna manchas

Além de um bom protetor solar, os peelings químicos e a laser são boas indicações para peles que começam a apresentar manchinhas de idade. Cláudio Mutti recomenda: marcar uma limpeza de pele com peeling de cristal, máscara hidratante e uma sessão de fotobioestimulação, uma vez ao mês, trará bons resultados.

imgHandler (1)

 

Fonte: Minha Vida

 

Desenvolvido por Catâniastudio.com