Arquivo de Tag: tendência make


Estamos de cara nova, prontos para a Primavera/Verão – Muita cor e muito conforto!

novo site no ar

Veja também nosso facebook

facebook

No twitter

TCHOCCO CALÇADOS - Site novo – Coleção Primavera 2014 Verão 2015 - Twitter 2

e no Instagran

Instagran tchocco

Sempre que a estação muda, percebemos que “aquela brusa linda que eu usei na estação passada esta com os punhos amarelados”… Encontramos “um sapato lindo com o couro ressecado”, enfim…
Vai haver uma mudança de fato e cabe a você ser feliz com ela e preparar-se para não ter surpresas na próxima virada de estação.
Roupas vão ser revitalizadas e outras guardadas – uma tarefa bem interessante.
Li no site do Terra uma série de situações e boas dicas – Assim, são 18 dicas de como ter tudo organizado e perfeito.
– Para a maioria das pessoas, a troca de estação também reflete uma mudança sensível no armário: é quando as peças de verão saem de cena e as do inverno retornam aos cabides.
É nesse momento que ocorrem algumas surpresas: quando uma roupa guardada suja aparece amarelada, quando o cheiro de mofo incomoda e é necessário lavar novamente as peças de frio. E não pense que lavar roupas é simplesmente jogar as peças na máquina com sabão: saber lavá-las é uma arte. Com os cuidados certos, é possível conservar as peças por muitas e muitas estações.
Para isso, os cuidados com a máquina de lavar devem fazer parte da rotina, pois, além de conservar o equipamento, isso ajuda a deixar as roupas limpas e novinhas em folha.
A seguir, veja dicas dadas por Ricardo Monteiro, da Quality Lavanderia; e pela especialista em consultoria e treinamentos para lavanderias, Maria Aparecida Yoshima, da Organizatta.
01 – Lençóis e toalhas fofinhos: Para deixar toalhas e lençóis macios, o segredo é usar amaciante no final do processo de higienização. Durante a lavagem, as fibras se embaralham e só desembaralham com o amaciante, já que o produto realinha as fibras deixando as roupas macias e mais fáceis de passa

02 – O melhor amaciante:O mais indicado é comprar produtos em locais idôneos e de marcas confiáveis. Evite os que são vendidos a granel. Se colocado em excesso, o produto pode danificar as fibras das roupas.

03 – Lavar na mão: Peças de seda, viscose e acetato devem ser lavadas à mão e com detergente neutro. Deve-se dissolver o detergente na água e depois colocar as peças de molho por cerca de 30 minutos, agitando-as levemente. Em seguida, enxague com água em abundância e no ultimo enxágue, adicione um pouco de amaciante. Pendure em um cabide, sem torcer ou centrifugar, e deixe secar à sombra.

04 – Como tirar manchas de gordura: Quando há muita gordura, é possível removê-la facilmente com uma solução de detergente de cozinha e removedor. Passe esta pasta suavemente nas manchas de gordura, deixe agir por uns cinco minutos e depois lave normalmente. Outra alternativa é usar spray específico para gorduras encontrados em supermercados.

05 – Água quente: É um erro lavar a roupa muito suja diretamente com água quente. Ao invés de retirar a sujeira, a água quente vai cozinhar toda a sujeira, deixando a roupa amarelada. O correto é primeiro lavar com água fria e depois com água quente para remover os resíduos remanescentes.06 – Sapatos:Sapatos não devem ser guardados logo que retirados dos pés. O ideal é esperar por quatro a seis horas antes de guardar, para que perca a umidade do suor. Devem também serem guardados em local fresco e ventilado, para evitar a proliferação de fungos. Outra boa dica é colocá-los em caixas para que não fiquem deformados e se acomodem melhor. Atualmente, já existem caixas especiais que acomodam os sapatos com visor para sejam identificados. Após o inverno, caso sua casa seja úmida, faça uma limpeza com panos úmidos e deixe por umas duas horas no sol. Pode-se também colocar pacotinhos de sílica para eliminar o mofo.

07 – Embalar a vácuo: Roupas feitas de algodão, linho, lã e tecidos acrílicos podem ser embaladas a vácuo, pois são tecidos de fibras que não se quebram. Já seda, viscose, acetato e alguns tipos de poliéster não devem ser embalados desta forma, pois há grande risco de as fibras serem danificadas e as peças ficarem eternamente marcadas. Edredom também corre um grande risco, pois a manta interna por ficar muito tempo compactada, podendo não voltar ao volume normal.

08 – Manchas de ferrugem: Manchas amarelas podem ser de ferrugem pontuais ou oxidadas do tempo. Se for de ferrugem, utilize um produto específico para remoção. Se forem oxidadas, são mais difíceis de remover e pode-se tentar fazer um alvejamento com peróxido a quente (65ºC), porém nem sempre o resultado será positivo.

09 – Passar a roupa:
Toda roupa sempre deve ser passada com um ferro a vapor, caso contrário a chance de queimar a roupa é muito grande. Peças sintéticas são muito sensíveis ao calor. Toda roupa preta deve ser passada com um pano de algodão ou proteger o ferro com uma capa de teflon. Não passe o ferro sobre bolsos, cós, pois ficam com brilho de queimadas que não sai mais.


10 – Roupas pretas:
Não tem nada pior do que pegar uma peça preta depois de lavada e verificar a imensa quantidade de pelinhos brancos. Uma boa alternativa para evitar isso é não lavar as peças pretas com outras mais claras. Se o tecido pegar pelo, o ideal é usar um tira-pelo após passar. E mais: roupas escuras não devem ser lavadas com detergentes em pó, pois eles possuem branqueadores óticos que mancham e desbotam. Lave com um detergente líquido neutro.

11 – Roupas delicadas: Peças de seda, viscose e acetato não podem sofrer centrifugação da máquina, pois o processo quebra as fibras deixando marcas irreversíveis. Na hora de lavar outras peças delicadas, coloque-as em uma fronha ou um saquinho específico e centrifugue por um minuto. O cuidado deve ser redobrado com peças de pedrarias.

12- Roupas coloridas: Todos os tecidos de fibras naturais, como algodão, linho ou seda, desbotam normalmente durante o processo de lavagem. O uso em demasia do sabão em pó provoca o desbotamento acentuado. O único método que preserva mais os corantes das roupas é a lavagem a seco.

13 – Guardar as roupas: A melhor forma de acondicionar as roupas é colocá-las dentro de um saco de TNT, que as deixa respirar. O couro em particular deve ser guardado limpo com uma capa de proteção de TNT e retirado do armário a cada 45 dias para respirar em algum local arejado e sob a sombra. Sacos plásticos são contra indicados por absorver umidade.

14- Como lavar roupas de lã: As roupas de lã devem ser lavadas a seco. Em casa, use detergente neutro e seque naturalmente à sombra. Malhas ou tricô de lã só podem ser limpas manualmente com detergente neutro. A água deve ser retirada por compactação, ou seja, não podem ser torcidas, pois deformam. E devem secar somente na horizontal em cima de uma grade.

15 – Sabão demais: Falta de remoção do sabão pode deixar a roupa amarelada. O uso em demasia do sabão deixa resíduos, não lava melhor e pode manchar as roupas. O correto é utilizar a quantidade recomendada pelo fabricante do equipamento e do produto, mesmo que a roupa esteja mais suja. Se for o caso, faça primeiro uma pré-lavagem e depois a lavagem. Vale lembrar que excesso de sabão também deixa as peças endurecidas.

16 – Manutenção da máquina: Todas as máquinas de lavar possuem um filtro que deve ser limpo semanalmente ou de acordo com a solicitação do fabricante. É possível limpar o equipamento com água sanitária a cada seis meses (lave a máquina só com água e água sanitária), porém não se esqueça de neutralizar o cloro residual. Ao final do processo, coloque dois copos de vinagre de vinho branco nas gavetas e faça um enxágue na máquina.

17- Tirar o amarelo das roupas: Você sabia que usar produtos clorados pode aumentar o amarelamento das peças? Principalmente quando se utiliza água quente. Ao adotar um produto clorado, o certo é neutralizá-lo com outro ácido. A dona de casa pode usar um copo de vinagre de vinho branco ou de maçã no último enxágüe da máquina para neutralizar o cloro residual.

18 – Roupas de inverno: As peças de inverno nem sempre precisam ser lavadas antes de usar. Se foram guardadas limpas na última estação e envoltas em um saco de proteção, e não tiverem fungos devido à umidade do armário, é possível lavá-las normalmente. Caso tenha sido guardada suja (o que é um erro, pois as traças podem fazer um belo estrago) e sem proteção, o ideal é lavá-la antes de usar, pois podem estar cheias de ácaros que provocam espirros em pessoas mais alérgicas. Outra dica é fazer higienização das peças com produtos bactericidas encontrados em supermercados ou lojas especializadas.

Tendência Make

O fim de ano está chegando e já começa o desespero para escolher qual maquiagem usar nas festas.

Uma mais clara ou mais escura, um batom nude ou puxado pro vermelho.Por isso eu reuni algumas tendências do verão que são opções para quem prefere algo mais discreto e clean, e tendências do inverno que foram apresentadas no SPFW e podem ser usadas de noite, já que são opções de cores mais fechadas.

Se você cansou da mesmice: sombra na pálpebra com delineador marcando os cílios inferiores é a sugestão. Inverta as coisas! Faça o delineador na pálpebra e sombra esfumada na parte inferior dos olhos. Arrisque! O delineador colorido já virou febre e a dica é: ao invés de comprar vários delineadores um de cada cor, você pode fazer o delineado com sombra à prova d’água com um pincel umedecido. Para uma make glamour basta usar o dourado na pálpebra toda e caprichar na preparação da pele com base iluminadora, iluminador e blush com efeito iluminador.

Na boca aposte no rosa fechado.Olhos borrados com sombra cremosa e boca natural com batidinhas de batom nude é a tendência do inverno. Ou os olhos sem nada apenas com máscara de cílios e um batom bem marcado de vermelho fechado ou burgundy. Quase tudo ou quase nada! Olho com sombra escura esfumada e delineador com brilho marcando o canto interno dos olhos e boca nude é uma ótima opção para quem quer uma maquiagem para arrasar!

Desenvolvido por Catâniastudio.com